Amor

“Se um dia tiver de escolher entre o mundo e o amor… Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo.”
Albert Einstein
Pra começar, antes que me confundam, quero reforçar que não tenho religião, tão pouco tenho vocação para ser religiosa. Apenas respeito os milagres físicos e materiais que as pessoas alcançam com a religião, se bem que eu acho que estas coisas são alcançadas pela fé e merecimento e não porque vc está indo a igreja. Também respeito o que está escrito nas bíblias, se bem que, infelizmente, muita gente a interpreta ao pé da letra, de maneira errônea. Não sinto necessidade de frequentar uma igreja ou ter uma religião porque eu confio na Verdade, na existência, e isso me basta. Busco sabedoria em qualquer situação ou acontecimento, qualquer sonho, livro, bíblia ou pessoa.
Vou compartilhar aqui mais uma de minhas experiências recentes, uma das grandes lições que merecia para acabar de vez com minhas infantis ilusões que carregava desde criança.
Após muita batalha, há alguns dias atrás, eu fiz uma pergunta direcionada à bíblia e tirei uma mensagem que corresponde ao que se passou comigo, que diz assim:
Ora, muito me regozijei no Senhor por finalmente reviver a vossa lembrança de mim;
pois já vos tínheis lembrado, mas não tínheis tido oportunidade.
Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho.

Sei estar abatido, e sei também ter abundância;
em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome;
tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.
Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.
Todavia fizestes bem em tomar parte na minha aflição.
E bem sabeis também, ó filipenses, que, no princípio do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma igreja comunicou comigo com respeito a dar e a receber, senão vós somente;
porque também uma e outra vez me mandastes o necessário a Tessalônica.
Não que procure dádivas, mas procuro o fruto que cresça para a vossa conta.
Mas bastante tenho recebido, e tenho abundância.
Cheio estou, depois que recebi de Epafrodito o que da vossa parte me foi enviado, como cheiro de suavidade e sacrifício agradável e aprazível a Deus.
FILIPENSES, CAPÍTULO 4: 10-18
O grande mestre Osho fala que as únicas experiências mais importantes que se pode levar da vida é a meditação e o amor.
Amei um rapaz com muita intensidade, como nunca havia amado antes. Todas as outras experiências de amor que eu tive foram paixões ou casos passageiros, ach0 que nada perto do amor que senti. Parece que à medida que você vai percebendo a vida como algo sagrado, sem a ilusão de que a vida tem que ser como vc acha que ela deve ser, algo vai brotando em você, algo que também é sagrado.
A vida me presentiou com o sentimento de amor. E pra minha surpresa, eu fui usada como um instrumento para ensinar a esse rapaz o que é o amor, o que é amar. Foram 2 anos que muitas lágrimas derramei, porém muita força encontrei.
O amor é uma força suave que flui dentro de você. Ele é transbordante, é entrega. Com amor você é capaz de dar sua vida, empenhar todos os seus esforços. O amor dá vida porque ele é vida.
A expressão do amor é algo muito bonito e precioso que não basta ser apreciado, é sábio escolher se envolver nele, ser Amor.
O amor é digno, é rei, não mendiga carinho. É doação, energia abundante. Não carece de receber a si mesmo, pois ele se basta. Somos nós mesmos que, na nossa ignorância, achamos que nosso amor precisa ser correspondido.
A expressão do amor pode ser entendida no silêncio, nada precisa ser dito. O amor se mostra em nossos gestos, nas nossas intenções, percepções, no olhar, na gentileza, no zelo, no toque.
O amor cala e ensina, é um grande professor. É sacrifício agradável…
A pessoa quando ama, percebe a divindade no seu ser amado. Você vê o outro como um deus. Você sente gratidão pela existência dele. Ele é sempre bem-vindo e você é capaz de fazer qualquer coisa por ele.
O amor te traz o prazer e a capacidade de servir. E ele torna tudo divino, qualquer objeto pode se tornar divino, estar impregnado de espiritualidade, depende de como se vê.
Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.
FILIPENSES, CAPÍTULO 4: 8
Só uma coisa que eu precisaria dizer a ele e a todos, é que amor platônico só existe através da paixão pela carne, por isso é ilusão. Não existe amor platônico. Não se engane se você se sente vítima desse tipo de amor, porque é vc o responsável por criar essa realidade. Pelo jeito, deve estar amando com limitações, está preso pelas aparências, sendo que o verdadeiro amor é libertador. Esse tipo de “amor” é mundano, pouco evoluído, impedindo de fazê-lo fluir em sua totalidade, pois está atrelado às carências do ego. E àqueles que se comprazem desse tipo de amor faltam-lhes esclarecimento.
O amor que senti por este rapaz não foi ilusório ou platônico como ele achou que foi. Mesmo que as dificuldades foram muitas, dei a ele todas as oportunidades que pude dar, mas ele não aceitou. Sofri, mas aprendi que quem perde não sou eu.
O Homem é um ser unificado com o Universo, com a existência. Você não é brasileiro, japonês, americano, pai, mãe, irmão, amigo, inimigo, nem rico, nem pobre, doutor, empresário ou catador de lixo. Não é da direita nem da esquerda, gay, bi ou hetero, budista, umbandista, católico ou evangélico, você é somente um ser que faz parte do Todo. A humanidade na visão de Deus é uma coisa só, não distingue raça, cultura, religião nem orientação sexual. Nós somos puros na essência e só isso interessa à Deus, por isso, nunca existirá nenhum pecador, nenhum culpado. O que você merece, independentemente do que você faz ou seja, virá, porque Deus vê o seu coração. Se existe maldade, receberá maldade, se existe bondade, receberá bondade. E prósperos são aqueles que têm em seu coração o amor, pois estes sempre terão algo a dar.
O que também aprendestes e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei;
e o Deus de paz será convosco.
FILIPENSES, CAPÍTULO 4: 9
Apesar de tudo não ter acontecido como devia naturalmente, ganhei muito com essa experiência e me sai muito bem, ao contrário das aparências.
Vale o conselho do Osho: “Seja qual for a qualidade de seu amor, penetre nele, se entregue, e tenha a certeza de que algo muito forte e belo acontecerá. Seja digno do amor para que ele aconteça em você.”

Sobre Lygia L

Sou designer de sistemas, paulista, 31 anos. Gosto de trabalhar o autoconhecimento e de todo assunto que leve à isso. Este ano estou me colocando no mercado de trabalho. Estou em busca de progresso e evolução na minha carreira e na minha vida.
Esse post foi publicado em lição de vida e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Amor

  1. Lygia L disse:

    Mais uma batalha vencida. É página virada em minha vida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s